Blog do Roberto Silva


GOLS DOS BRAZUCAS DA SEMANA (SEGUNDA A SEXTA- 04/08 A 08/08)

SEGUNDA-FEIRA, 04/08

SUÉCIA SEGUNDA DIVISÃO

Ricardo Santos (atacante, 21 anos, ex-Guaratinguetá-SP, está na segunda temporada na Suécia, tendo atuado antes pelo Kalmar), do Atvidaberg (2x1 Jonkopings Sodra)

 

 

Marcelo Sarvas (Marcelo Fazzio Sarvas, paulistano, 27 anos. Meio-campo, atuou no Corinthians-SP, Nororeste-SP e está desde 2004 na Suécia, tendo atuado no Mjallby AIF e Kristianstad), do Bunkeflo (2x3 Orgryte)

 

 

CINGAPURA

Régis (Reginaldo Aparecido Estevão, atacante, 31 anos, ex-Matonense-SP, Caxias-RS, atuou também na Indonésia), do Sengkang Punggol (1x2 Geylang United)

 

 

TERÇA-FEIRA, 05/08

ARMENIA

Renato Morais, do Ararat Yerevan (2x2 Kilikia Yerevan)

 

 

QUARTA-FEIRA, 06/08

COPA DA UEFA

Juca, do Partizan-Sérvia (2x0 Khazar Universiteti-Azerbaijão)

Veja o gol de Juca no jogo:

 

 

Cléber Lima, do Wisla Cracóvia-Polônia (5x0 Beitar Jerusalém-Israel)

Veja o gol de penalti de Cléber Lima no jogo:

 

 

NORUEGA

Alan Carlos (meio-campo, ex-Flamengo), do Stabaek (2x1 Rosenborg)

Veja um golaço de Alanzinho com a camisa do Stabaek:

 

 

JAPÃO

Marquinhos Cambalhota, do Kashima Antlers (1x2 Shimizu S-Pulse)

 

 

Lopes, do Yokohama Marinos (2x1 Gamba Osaka)

 

 

Edmilson, do Oita Trinita (1x1 FC Tokyo)

 

 

Caboré, do FC Tokyo (1x1 Oita Trinita)

 

 

HONDURAS

Marcelo Cabrita, do Platense (1x1 Deportes Savio)

 

 

QUINTA-FEIRA, 07/08

SUÉCIA SEGUNDA DIVISÃO

Ricardo Santos, 2 gols do Atvidaberg (2x0 Bunkeflo)

 

 

SEXTA-FEIRA, 08/08

ÁUSTRIA SEGUNDA DIVISÃO

Fabiano Lima, do Wacker Tirol (3x2 Áustria Lustenau)

 

 

Thiago Lima, 2 gols do Grodig (2x2 Leoben)



Escrito por Roberto Silva às 16h52
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


ENTREVISTA DA SEMANA

EDU ESCOBAR

A entrevista desta semana foi concedida pelo jogador brasileiro Eduardo da Silva Escobar, ou simplesmente Edu Escobar. Aos 25 anos, este sul-matogrossense de Campo Grande jogou nas categorias de base do Ubiratan-MS, Uberlândia-MG, União Barbarense-SP e Inter de Limeira-SP. Como profissional atuou por SERC-MS, Paranaibense-MS, Jataí-GO, Rioverdense-GO, Ivinhema-MS e Costa Rica-MS, seu último clube antes de transferir-se para o JCT MILLS DA INDIA, seu clube atualmente. Edu Escobar embarca esta semana para a segunda temporada no time indiano. Na temporada passada Edu marcou 14 gols do JCT Mills (o artilheiro terminou a competição com 20 gols)

 

BRS- Como surgiu a proposta do futebol da India?
Edu- Foi através de um amigo de clube, o Marcos Alexandre. Ele jogou sete anos na India e veio atuar no Costa Rica-MS em 2007 e o time que ele jogava precisou de um atacante, ele enviou meu curriculum, eles gostaram e me contrataram.

 

BRS- E o que pesou na hora de aceitar a proposta?
Edu- As condições de trabalho que me ofereceram: Estrutura e salário.

 

BRS- Como foi a adaptação?
Edu- No início tive dificuldades com fuso horário (são 9 horas de diferença). Trocava a noite pelo dia. Outra dificuldade que tive foi o idioma: O idioma é o inglês e quem me ajudou muito foi o Marcos Alexandre, que traduzia tudo para mim.

 

BRS- E dentro de campo: Muita diferença nos estilos de jogo? E como foi a recepção dos companheiros de clube?
Edu- Em relação ao futebol brasileiro a diferença é que eles usam mais o futebol força e os companheiros de clube são fantásticos, me ajudavam em tudo: shopping, banco, aeroporto, enfim, fiz grandes amigos dentro do clube.

 

BRS- E o time: Na temporada passada ficou na terceira colocação na Liga. É um time competitivo, acostumado a títulos ou apenas mediano?
Edu- É um time que está sempre brigando por títulos. No ano anterior a minha chegada o time foi vice campeão e no ano passado ficamos a três pontos do título, que acabou escapando por pequenos detalhes. Fizemos uma brilhante campanha. Esse ano a base está mantida e vamos fazer de tudo para não deixar o título escapar.

 

BRS- E como é a I League? A imprensa divulga? O torcedor comparece aos jogos? Os estádios são bons?
Edu- Sim, os jogos são transmitidos ao vivo pela tv local. A imprensa e a torcida são apaixonadas por futebol. O melhor exemplo é em Kolkatar: Quando as equipes locais se enfrentam (Mohun Bagan x East Bengal) chega a dar cem mil pessoas no estádio. Isso porque o futebol não é o esporte número um, perdendo na preferência nacional para o crícket.

 

BRS- Em algum momento você pensou em abandonar a carreira?
Edu- Sim, no Brasil é complicado, com exceção de time grande, o jogador tem que ter sorte de jogar em time onde as pessoas sejam corretas. Muitas vezes bate o desânimo pela falta de oportunidade, muitos jogadores com bom potencial abandonam a carreira. Eu mesmo tenho exemplos de amigos que largaram o futebol para trabalhar.

 

BRS- Algum time deve grana a você?
Edu- Joguei 6 meses na Rioverdense-GO e não me pagaram nada.

 

BRS- E qual conselho teus pais te davam nesses momentos de dificuldades?
Edu- Sempre me apoiaram e me incentivaram, meus pais e meu tio Kinka adoram o fato de eu ser jogador. Sempre me acompanharam e me ajudaram, sou muito grato a eles.

 

BRS- Você chegou a passar alguma situação engraçada ou embaraçosa na India?
Edu- Sim, logo na chegada tive de responder um monte de perguntas devido ao meu sobrenome Escobar. Achavam que tinha parentesco com Pablo Escobar. Outro contratempo foi numa viagem em que estávamos eu e um companheiro de time, em Nova Déli: Nos pararam porque as chuteiras estavam sujas de cal da marcação do gramado e com certeza acharam que pudesse ser alguma coisa química.

 

BRS- A vaca é mesmo sagrada? Carne bovina nem pensar?
Edu- Pior que é mesmo, mas somente no estado que moro a vaca é realmente sagrada, mas quando viajamos para outros estados comemos carne bovina, nos restaurantes americanos que vendem bife.

 

BRS- Você está indo para a segunda temporada na India. Passa ou já passou pela sua cabeça a naturalização indiana?
Edu- Com certeza. Se for bom para mim e surgir a oportunidade não pensaria duas vezes. Temos muitos jogadores brasileiros em outras seleções e com certeza adoraria ser mais um.

 

BRS- Falando em jogadores brasileiros, são vários na India. Vocês se encontram nas horas de folga?
Edu- Estamos sempre juntos. Almoçamos juntos em dia de jogo. O melhor de tudo é que somos muito companheiros, sempre nos ajudando mútuamente. 

 

BRS- Qual seu maior sonho a ser realizado no futebol?
Edu- Um deles já realizei. Mesmo não sendo um país de grande expressão, muitos queriam estar no meu lugar jogando fora do Brasil e sendo reconhecido. O Outro sonho é voltar para o Brasil e jogar um Campeonato Brasileiro.

 

BRS- Algum treinador marcou sua carreira?
Edu- Sim, Wilson Mano (ex-volante do Corinthians), que foi meu treinador no Costa Rica-MS. Aprendi muito com ele, inclusive foi ele que me colocou para jogar como atacante, pois até então jogava como meia-armador. Outro que me ensinou muito foi o Douglas Ricardo (ex-volante do São Paulo e Atlético-PR). Foi meu treinador no Ivinhema-MS e tem muito potencial. Vocês ainda vão ouvir falar muito dele.

 

BRS- Quem é o melhor jogador brasileiro na sua posição atualmente e o melhor que você viu jogar?
Edu- Romário, sem dúvida e atualmente o Nilmar, do Inter-RS.

 

BRS- Quais seus planos de imediato e para um futuro próximo?
Edu- De imediato ficar fora do Brasil, jogar mais uns sete anos e depois voltar para o Brasil, jogar mais um pouco. Se não aparecer nada melhor vou ficar na India mesmo, mas gostaria de novos ares na Ásia mesmo, Japão quem sabe?

 

BRS- Que mensagem você deixaria para os amigos internautas que acompanham o blog do Roberto Silva?
Edu- Agradecer a você Roberto pela oportunidade, em nome de todos os atletas que já passaram pelo blog e pedir aos internautas para continuarem acompanhando os brazucas espalhados pelo mundo, principalmente em países desconhecidos e pouco divulgados. Um agradecimento especial a meu pai, Rodolfo dos Santos Escobar; à minha mãe Edna Pereira da Silva Escobar; meu tio Kinka e a todos os meus amigos que sempre me apoiaram. Um beijo e um abraço a todos.

 



Escrito por Roberto Silva às 01h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GOLS BRAZUCAS DO DOMINGO (03/08/08)

UCRÂNIA

Brandão, do Shaktar Donetsk (3x0 Illichivets)

 

 

ESLOVÁQUIA

Adauto (Adauto Evandro da Silva, atacante, ex-Santo André-SP e Atlético-PR), do MSK Zilina (5x1 Presov)

 

 

DINAMARCA

Gilberto Macena, do Horsens (1x2 Midtjyland)

 

 

RÚSSIA

André Alves (atacante, 25 anos, ex-Suzano e Barbarense-SP. Jogou ainda no Honved e Kaposvari, ambos da Hungria), do Energiya Vladivostok (1x1 Rubin Kazan)

 

 

NORUEGA

Adriano Munoz (Adriano Afonso Tiel Munoz, atacante, 30 anos, ex-Cruzeiro-RS.Jogou na Finlândia antes de transferir-se para Noruega), 2 gols do Tromso (4x0 Rosenborg)

 

 

SUÉCIA SEGUNDA DIVISÃO

Éverton Costa (volante, 26 anos, ex-Vila Nova-MG, Atlético-MG e Ipatinga-MG), do Hacken (1x1 Angelholms)

 

 

Dinho (Marcos Ferreira, atacante, ex-Ituiutaba-MG), do Assiryska (1x2 Qviding)

 

 

FINLÂNDIA SEGUNDA DIVISÃO

Vanderlei, do TP-47 (2x2 IFK)

 

 

JAPÃO SEGUNDA DIVISÃO

Maranhão, do Ventforet Kofu (2x2 Vegalta Sendai)

 

 

João Sales (atacante, 22 anos, ex-Tanabi-SP, Catanduvense-SP, América-SP, Santacruzense-SP e São Caetano-SP. Jogou ainda no Liberec-República Tcheca), do Ventforet Kofu (2x2 Vegalta Sendai)

 

 

GUATEMALA

Israel Silva, do Jalapa (1x2 Comunicaciones)

 

 

HONDURAS

Jocimar, do Motagua (1x1 Real Juventud)

 

 

Edilson (Edilson Pereira dos Santos, 27 anos, baiano, meio-campo, ex-Jaruense-RO), do Platense (2x2 Olimpia)

 

 

Evandro Ferreira (atacante, 27 anos, ex-Londrina-PR), do Platense (2x2 Olimpia)



Escrito por Roberto Silva às 20h14
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


GOLS BRAZUCAS DO SÁBADO (02/08/08)

SUÍÇA PRIMEIRA DIVISÃO

Beto (Gilberto Galindo Santos, 32 anos, meio-campo, pernambucano. Jogou no Paços Ferreira, Beira-Mar e Benfica de  Portugal e está na 2ª temporada no Sion), do Sion (2x0 Basel)

 

SUÍÇA SEGUNDA DIVISÃO

Paulo Sousa, do Stade Nyonnais (2x4 Biel)

 

 

Luiz Carlos (atacante, 31 anos, ex-Carajás-PA. Jogou entre 2002 e 2007 no Sion-Suíça), do Yverdon (2x2 Concordia)

 

 

Pinho (Fábio Kolling, 23 anos), do Concordia (2x2 Yverdon)

 

 

ROMÊNIA

Juliano Spadacio, 2 gols do Rapid Bucaresti (2x0 Farul Constanta)

 

 

ÁUSTRIA SEGUNDA DIVISÃO

Fabiano, do Wacker Tirol (3x1 Grodig)

 

Thiago (Thiago de Lima Silva, 24 anos, jogou no Santos-SP, Balzers-Lienchtenstein e desde 2004 Áustria Lustenau. Chegou ao Grodig nesta temporada), do Grodig (1x3 Wacker Tirol)

 

 

UCRÂNIA

Jajá (Jackson Coelho, atacante, ex-América-MG e Flamengo-RJ) do Metalist (2x1 Dinamo Kiev)

 

 

ESLOVÁQUIA

Cléber, do Artmedia Bratislava (2x1 Nitra)

 

 

DINAMARCA

Cacá, 2 gols do Aalborg (3x2 Vejle)

 

 

EUA

Luciano Emílio (naturalizado hondurenho), do DC United (2x0 Kansas City Wizards)

 

 

ARMÊNIA

Henrique da Silva, do MIKA Ashtarak (1x0 Shirak Gyumri)

 

 

ESTÔNIA

Alan Arruda (Alan Monken Arruda, 27 anos, fluminense de Petrópolis. Volante, jogou no Serrano-RJ e Paraíba da Sul-RJ, na Hungria e Áustria), do Nomme Kalju (7x3 Trans Narva)

 

 

Felipe Nunes, 3 gols do Nomme Kalju (7x3 Trans Narva)

 

 

HONDURAS

Carlinhos (Carlos Alberto Dias), do Real España (2x2 Marathón)

 

 

Everaldo Ferreira, do Real España (2x2 Marathón)



Escrito por Roberto Silva às 23h24
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Categorias
Todas as mensagens ENTREVISTAS



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Perfil Roberto Silva no Facebook
 PÁGINA DO BLOG DO ROBERTO SILVA NO FACEBOOK
 Rádio Tropical 830 AM RJ
 Comunidade Blog do Roberto Silva no Orkut
 Além do Jogo
 Futebol Catarinense
 Moreirense FC