Blog do Roberto Silva


SEMANA DE GOLS BRASILEIROS

SEGUNDA-FEIRA, 04/04

RÚSSIA

Maurício, do Terek Grozni (2x0 Tomsk)

 

 

Rodrigo Tiuí, do Terek Grozni (2x0 Tomsk)

 

 

RÚSSIA SEGUNDA LIGA

Danilo Neco, do Alania Vladikavkaz (3x0 Torpedo Vladimir)

 

 

Carlinhos (Diego Carlos de Oliveira, atacante, 22 anos, ex-Flamengo-RJ, Duque de Caxias-RJ e Corinthians-AL), 2 gols do Novgorod (2x1 Gazprom)

 

 

 

TERÇA-FEIRA, 05/04

LIGA DOS CAMPEÕES DA EUROPA

Edu, 2 gols do Schalke 04-Alemanha (5x2 Inter-Itália)

 

 

LIGA DOS CAMPEÕES ASIÁTICOS

Obina, do Shandong Luneng-China (1x1 Arema Malang-Indonésia)

 

 

INGLATERRA TERCEIRA DIVISÃO

Guilherme do Prado, do Southampton (2x0 Charlton Ahtletic)

 

 

BULGÁRIA

Marquinhos, do CSKA Sofia (2x0 Cherno More Varna)

 

 

QUARTA-FEIRA, 06/04

LIGA DOS CAMPEÕES ASIÁTICOS

Igor, do ZobAhan-Irã (3x1 AlRayyan-Catar)

 

 

BIELORRÚSSIA

Renan Bressan, do BATE Borisov (1x0 Naftan)

 

 

BÉLGICA

Renato Neto, do Cercle Brugge (3x3 Westerlo)

 

 

Paulo Henrique, 2 gols do Westerlo (3x3 Cercle Brugge)

 

 

CROÁCIA

Sammir, do Dinamo Zagreb (4x1 Slaven Belupo)

 

 

TAILÂNDIA

Aron, do Sriracha (2x1 Khonkaen)

 

 

Cleiton Silva, do Osotspa (1x1 Army United)

 

 

ALBÂNIA

Marcos dos Santos, do Besa Kavaje (1x1 SK Tirana)

 

 

 

QUINTA-FEIRA, 07/04

LIGA EUROPA

Nilmar, 2 gols do Villarreal-Espanha (5x1 Twente-Holanda)

 

 

Maicon, do Porto-Portugal (4x1 Spartak Moscou-Rússia)

 

 

ROMÊNIA

Juliano Spadacio, do Rapid Bucareste (1x0 Cluj)

 

 

 

OMÃ

Rodrigo Félix, do AlNahda (3x0 Muscat)

 

 

SEXTA-FEIRA, 08/04

PORTUGAL

Diego Barcelos, do Nacional (1x1 Marítimo)

 

 

HUNGRIA

André Alves, 2 gols do Videoton (3x0 Zalaegerzseg)

 

 

 

FRANÇA SEGUNDA DIVISÃO

Marquinhos Santos, do Troyes (2x2 Clermont)

 

 

 

ÁUSTRIA

Diego Viana, 2 gols do Grodig (3x1 Schwadorf)

 

 

 

ARÁBIA SAUDITA

Élton, do AlFateh (2x1 AlFaisaly)

 

 

IRÃ

Márcio Alemão, do Naft Theran (5x1 Sanat Naft)

 

 

Ferreira, do Naft Theran (5x1 Sanat Naft)

 

 

Gaúcho (Márcio Rodrigo Trombetta, zagueiro, ex-Sport, Atlético-MG, Fortaleza e ABC-RN), do Shahrdari Trabiz (2x1 Malavan)



Escrito por Roberto Silva às 12h37
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


ENTREVISTA

ANDRÉ ALVES (VIDEOTON FC - HUNGRIA)

Você sabia que o artilheiro do Campeonato da Hungria é um brasileiro? Pois foi esse brasileiro quem conversou conosco e nos contou um pouco de sua história e trajetória no futebol: André Alves dos Santos, ou simplesmente André Alves. Nascido em Dourados-MS, André é o atual artilheiro da Nemzeti Bajnokság I, nome original da Liga húngara na temporada 2010/2011, com 18 gols (8 a frente do vice-líder) e sua equipe, o Videoton, é o líder da competição com 10 pontos de vantagem sobre o segundo colocado, faltando 9 rodadas para o término da competição. André está na Hungria desde 2005, tendo atuado anteriormente no Honved e no Kaposvar. No Brasil, André jogou pelo União Barbarense-SP.

Ficha do jogador:

Nome: André Alves dos Santos

Data e local de nascimento: 15/10/1983, Dourados-MS

Clubes que defendeu: Guararapes-SP, União Barbarense-SP, Budapest Honvéd-Hungria, Kaposvar-Hungria e Videoton-Hungria

 

BRS-Como foi sair de Dourados-MS e começar a carreira em São Paulo?
André Alves- Comecei aos 17 anos jogando pelos profissionais do Guararapes FC através de um empresário. Em seguida fui para o União Barbarense aos 18 anos e fiquei na equipe profissional por 5 anos, tendo a oportunidade de disputar 2 Campenatos Paulistas.

BRS- Você chegou a Hungria em 2005. Como surgiu a oportunidade e o que você sabia sore o país?
André Alves- Em 2005 minha filha tinha acabado de nascer e um empresário que já tinha me visto jogar pelo Barbarense me fez uma proposta para vir jogar na Europa, mas até então não sabia que seria na Hungria. No dia 6 de junho ele me disse que era a Hungria, eu aceitei, mas a princípio não sabia nada sobre o país, somente depois é que pesquisei um pouco sobre a Hungria na internet.

BRS- Quais foram as principais dificuldades na adaptação, dentro e fora de campo?
André Alves- As principais dificuldades foram o idioma e o frio. Nunca havia jogado fora do Brasil e não conhecia o frio europeu. Dentro de campo foi difícil mas nem tanto, porque a gente tenta se comunicar através de gestos.

Veja um vídeo com gols de André Alves:

 

BRS- Ao chegar a Hungria você foi jogar pelo Budapest Honvéd, onde marcou 6 gols na Liga húngara em apenas meia temporada. Que balanço você faria desa primeira experiência?
André Alves- Quando cheguei achei que seria mais fácil me adaptar pois havia um treinador italiano no clube que queria me ajudar e eu conseguia entender ele um pouco. Fiz 6 gols, fui vice artillheiro do campeonato, porém o presidente do clube não entendia muito de futebol e fez algumas coisas que não me agradaram e acabei saindo do Honvéd a contragosto da torcida.

BRS- Em seguida, ainda em 2005, você foi jogar pelo Kaposvar, onde marcou um total de 26 gols em jogos pela Liga Nacional e permaneceu no clube até 2008. O que representou sua passagem pelo Kaposvar?
André Alves- Ao sair do Honvéd surgiu a oportunidade de jogar no Kaposvar e ao chegar à equipe vi que Deus havia preparado uma benção para minha família, pois o lugar era bom para moradia e a equipe me acolheu muito bem, inclusive o treinador me deu muito apoio. Fiquei três temporadas no Kaposvar, tenho amigos lá até hoje. Foi sinificativo demais para mim e foi o começo da minha história aqui na Hungria.

BRS- Quais as principais diferenças estruturais entre Honvéd e Kaposvar?
André Alves- Na época em que joguei no Honvéd não havia investimento em estrutra. Já no Kaposvar havia um planejamento e uma estrutura de trabalho que propiciavam ao jogador resultados dentro de campo.


André Alves e a idolatria da torcida do Videoton

BRS- Em 2008 você saiu da Hungria rumo à Rússia, indo jogar pelo Luch Energy Vladivostok. Porém essa passagem foi discreta pois em 13 partidas você marcou apenas 1 gol. O que foi determinante para que sua passagem pelo futebol russo não fosse bem sucedida?
André Alves- No Luch Energy da Rússia foi um pouco complicado, pois já estávamos adaptados à Hungria e minha filha sentiu bastante, pois já estava na escolinha, teve problemas e isso pesou na minha cabeça. Além disso tinha as longas viagens para jogarmos, eram 9 horas de voô para ir e mais 9 horas para voltar, pois Vladivostok fica perto da China.

BRS- Depois do vice-camponato na temporada 2009/2010, o Videoton na atual temporada é o líder da competição com 10 pontos de vantagem sobre o vice-líder, faltando 9 rodadas para o fim e de quebra você é o artilheiro da Liga com 18 gols, 8 a frente do vice-líder. Como tirar proveito dessa vantagem e após esses anos chegou a hora de soltar o grito de campeão na Hungria?
André Alves- Esse ano a equipe encaixou bem e vem conseguindo grandes resultados e eu venho tendo a felicidade de marcar os gols e espero que esse ano consigamos conquistar o título, que seria meu primeiro depois de 5 anos aqui na Hungria e de quebra espero ser o artilheiro da Liga também.

BRS- O que faltou ao Videoton para ir mais longe na Liga Europa esse ano (a equipe foi eliminada ainda na primeira fase pelo NK Maribor-Eslovênia)?
André Alves- Acho que no geral a equipe não estava bem preparada e futebol é assim: você tem que saber aproveitar as oportunidades. No primeiro jogo aqui na Hungria não fomos felizes (empate em 1x1) e no segundo jogo, na casa do adversário, a coisa ficou mais difícil. Se tivermos uma próxima oportunidade, certamente não repetiremos os mesmos erros.


André Alves em 2007, com a camisa do Kaposvar

BRS- O futebol húngaro tem hoje um brasileiro naturalizado (Leandro Almeida, atualmente no Omonia Nicosia, do Chipre), que inclusive já defendeu a seleção da Hungria. Esse é um assunto que chama sua atenção? Já houve alguma conversa relacionada a esta possibilidade ou chegar a seleção Brasileira é um sonho que pode tornar-se possível?
André Alves- O futebol húngaro tem o Leandro Almeida, que é meu amigo. Surgiram sim algumas conversas relacionadas a naturalização e também a seleção da Hungria, mas vamos ver o que vai acontecer até o meio do ano. Quanto a seleção brasileira, todo jogador sonha com a convocação, mas no futebol temos que procurar nosso espaço, seja no nosso país ou em outro.

BRS- Atualmente você é um grande ídolo na Hungria. Como é sua relação no dia a dia com torcedores? O que representa a Hungria em termos profissionais e pessoais? Seria exagero dizer que o futebol húngaro ficou marcado em "antes e depois de André Alves"?
André Alves- A Hungria significa muito para mim, pois cheguei aqui em 2005 e minha filha cresceu aqui e isso é motivo de alegria. Quanto ao futebol os torcedores das três equipes que joguei aqui gostam muito de mim. No Honvéd querem que volte a jogar lá; no Kaposvar o presidente do clube sonha com meu retorno e quer que eu encerre a carreira lá e no Videoton venho fazendo minha história. Com trabalho venho fazendo meu nome no futebol húngaro, todos conhecem o Alves, mas acima de tudo temos que continuar trabalhando, com humildade sempre.

BRS- No início da atual temporada vários clubes europeus mostraram interesse em seu futebol, como Sporting Lisboa e Olympique de Marselha, além de clubes italianos e alemães. Houve de fato conversações em torno de possíveis negociações e em caso afirmativo por que não evoluíram? O que pesou para que permanecesse na Hungria?
André Alves- Houve sim o interesse de várias equipes, porém o Videoton, como nunca foi campeão nacional, decidiu pela minha permanência. Sentamos, conversamos e decidimos ficar até o fim desta temporada e depois sim ver como vai ficar.

BRS- A cidade de Dourados tem sido revelador de grandes jogadores no cenário nacional, como você, Keirrison e Lucas Leiva. O que dizer sobre esse fato como você encara a idolatria que os douradenses tem por você?
André Alves- Como você disse Dourados tem revelado jogadores que vem se dando bem como eu, Keirrison, Lucas e meu irmão Adriano Alves (zagueiro do Oeste-SP). Procuro fazer meu trabalho para que minha cidade se orgulhe e goste sempre de mim.

BRS- Em algum momento da carreira bateu o desânimo e a vontade de desistir do futebol?
André Alves- No começo foi difícil e a dificuldade faz com que você queira desanimar, mas temos que ter cabeça para alcançarmos nossos objetivos e graças a Deus tive o apoio dos meus pais e de alguns treinadores que me incentivaram para que pudesse ser o que sou hoje.

BRS- Quais seus planos no futebol?
André Alves- Jogar mais quatro anos na Europa, depois retornar ao futebol brasileiro e no futuro continuar trabalhando no futebol.

BRS- Alguém merece uma citação especial por ter ajudado na construção da sua carreira?
André Alves- Não poderia deixar de falar do meu pai, que foi uma pessoa que esteve comigo desde pequeno, nos campos. Agradecer à minha esposa, que está comigo há 11 anos e me ajudou desde o início e agradecer a todos que torcem por mim.

BRS- Deixe uma mensagem aos amigos que acompanham o blog do Roberto Silva
André Alves- Obrigado a todos que acompanham meus gols através do blog e continuem acompanhando não só meus gols, mas o blog de uma maneira geral, porque sempre tem novidades bacanas. Um abraço a todos, foi um prazer!



Escrito por Roberto Silva às 23h44
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


DOMINGÃO DE GOLS BRASILEIROS MUNDO AFORA, 03/04

ITÁLIA

André Dias, do Lazio (3x4 Napoli)

Amauri (naturalizado italiano), do Parma (1x2 Bari)

 

ESPANHA

Diego Costa, 3 gols do Atletico de Madrid (3x2 Osasuna)

 

PORTUGAL

Hulk, do Porto (2x1 Benfica)

Djalmir, do Olhanense (1x3 Naval)

Bruno Moraes, 2 gols do Naval (3x1 Olhanense)

Bolívia, do Naval (3x1 Olhanense)

Saulo, do Rio Ave (2x0 Vitória de Setúbal)

 

PORTUGAL SEGUNDA LIGA

Baggio (Maicon Junior Baggio, zagueiro, catarinense, 29 anos, ex-Rio Branco-SP, Sport-PE, América-SP, América-RN, Confiança-SE, Atçético Sorocaba-SP, Pontevedra e Albacete-Espanha), do Belenenses (3x0 Freamunde)

Rincón, do Covilhã (1x1 Moreirense) 

Luis Carlos, do Gil Vicente (3x0 Santa Clara)

 

GRÉCIA

Roger Guerreiro (naturalizado polonês), do AEK Atenas (1x0 Atromitos)

 

UCRÂNIA

Taison, 2 gols do Metalist Kharkiv (3x0 Metalurh Zaporizhya)

 

ROMÊNIA

Rafael Bastos, do Cluj (1x2 Pandurii)

Cássio Vargas, do Rapid Bucareste (2x1 Gaz Metan)

 

ROMÊNIA SEGUNDA LIGA

Tiago Adan (Tiago Adan Fonseca, paulista, atacante, 22 anos, ex-Corinthians-SP, São Bento-SP, Náutico-PE, Caxias-RS e Arapongas-PR), do Astra II Giurgiu (1x0 Gloria Buzau)

 

CHIPRE

Leandro Almeida (naturalizado húngaro), do Omonia Nicosia (1x0 Anorthosis Famagusta)

 

SUÉCIA

Wilton Batata, do Malmoe (4x2 Trelleborg)

 

TURQUIA SEGUNDA LIGA

Diego Lima (Diego da Costa Lima, atacante, 22 anos, ex-Camaçari-BA), do Akhisar Belediyespor (3x1 Altay)

 

SUÍÇA SEGUNDA LIGA

Marcos de Azevedo, do Servette (3x3 Winterthur)

Rodrigo Tosi, do Lausanne (4x1 Kriens)

 

ALEMANHA LIGA REGIONAL NORTE

Thiago Rochemback, do Red Bull Leipzig (2x1 Lubeck)

 

BÉLGICA SEGUNDA LIGA

Daniel Rodrigo, do Koninklijke Rupel Boom (1x0 AEC Mons)

 

LÍBANO

Fábio Flor, do AlMabarrah (1x1 AlNejmeh)

 

CHINA

Wilson, 2 gols do Shaanxi Chanba (2x0 Liaoning)

 

VIETNÃ

Agostinho, 2 gols do Khatoko Khanh Hoa (2x1 Hoang Anh Gia Lai)

 

HONG KONG

Leandro Carrijo, do Pegasus (3x4 Sun Hei)

Cristiano Cordeiro (naturalizado Honconguês), do Sun Hei (4x3 Pegasus)

 

INDIA

Beto, do Dempo (4x2 Chirag United)

 

TAILÂNDIA

Cleiton Silva, do Osotspa (1x3 Thai Port)

 

AZERBAIJÃO

Rodriguinho, do Neftchi (2x0 Garabagh Agdam)

Flávio Alex, do Neftchi (2x0 Garabagh Agdam)

 

EL SALVADOR

Márcio Teruel (meio-campo, 25 anos, ex-Mogi-Mirim-SP, Barueri-SP, Roma Apucarana-PR, Osasco e Glória-RS), do FAS (2x1 Universidad El Salvador)



Escrito por Roberto Silva às 21h57
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


SABADÃO COM BRASILEIROS BALANÇANDO AS REDES MUNDO AFORA, 02/04

ITÁLIA

Alexandre Pato, 2 gols do Milan (3x0 Inter)

 

ITÁLIA SÉRIE B

Adriano Ferreira, do Atalanta (4x0 Triestina)

Marcos de Paula, do Calcio Padova (2x2 Empoli)

Veja o gol de Marcos de Paula no jogo (o segundo do vídeo, a partir de 47 seg. Chute de fora da área)

 

HOLANDA

Leonardo Santiago, do NAC Breda (3x1 De Graafschap)

 

PORTUGAL

Laionel, do Academica de Coimbra (1x0 Portimonense)

Leandro Tatu, do Beira-Mar (1x2 Braga)

 

TURQUIA

Ivan (Ivan Saraiva, lateral-esquerdo, ex-Atlético-PR e Fluminense), do Gaziantepspor (2x3 Karabukspor)

 

ESLOVÁQUIA

Melinho (Tarcisio Rogério Pereira, meio-campo, 30 anos, ex-União Barbarense-SP, Guarani-SP, Portuguesa-SP, Akratitos-Grécia; Villarreal B-Espanha; Opava e Sigma Olomouc-República Tcheca e Koblenz-Alemanha), do DAC Dunajska Streda (1x2 Nitra)

 

ROMÊNIA

Didi (Cleidimar Magalhães Silva, mineiro, 28 anos, atacante, ex-Santa Cruz-PE; Paços Ferreira, Marco e Leixões-Portugal e Cluj-Romênia), do Targu Mures (2x0 Gloria Bistrita)

 

RÚSSIA

Ibson, do Spartak Moscou (1x3 Kuban)

 

DINAMARCA

César Santin, do Copenhaguen (1x1  Esbjerg)

 

HUNGRIA

André Alves, do Videoton (1x1 Szolnok)

 

SUÍÇA SEGUNDA LIGA

Arlan Monteiro, do Vaduz (3x1 FC Wil)

 

INGLATERRA QUINTA DIVISÃO

Magno Vieira, do Fleetwood Town (2x1 Tamworth)

 

MOLDÁVIA

Jymmy, do Sheriff Tiraspol (2x1 Milsami Orhei)

Fred, do FC Tiraspol (2x0 Sfintul Gheorghe Suruceni)

 

EUA

Leonardo (José Leonardo Ribeiro da Silva, zagueiro, 23 anos, ex-São Paulo), do Los Angeles Galaxy (1x0 Philadelphia Union)

Camilo (Camilo da Silva Sanvezzo, atacante, 22 anos, ex-Oeste Paulista-SP, Corinthians-AL, Qormi-Malta e Gyeongnam-Coréia do Sul), 2 gols do Vancouver Whitecaps (3x3 Kansas City Wizards)

Veja os 2 gols de Camilo na partida:

 

ARÁBIA SAUDITA

Victor Simões, 3 gols do AlAhli (3x1 AlQadasiya)

Élton, do AlFateh (2x1 AlWehda)

 

EMIRADOS ÁRABES

Kanu, do Ittihad Kalba (2x1 Baniyas)

 

AZERBAIJÃO

Junivan, do Ganja (1x1 Qabala)

 

CHINA

Cléo, do Guangzhou (1x0 Dalian Shide)

Veja o gol de Cléo na partida:

 

CORÉIA DO SUL

Junior Santos, do Jeju United (3x3 Sangju Sangmu Phoenix)

 

HONG KONG

Paulinho Piracicaba, 2 gols do Citizen (2x5 Fourway)

 

TAILÂNDIA

Leandro, 2 gols do Army United (2x1 Chiangrai United)

Carlos Eduardo (Carlos Eduardo Moura da Cunha, piauiense, 30 anos, zagueiro, ex-Gama-DF, Bragantino-DF, Náutico-PE, Ceilândia-DF, Paulista-SP, América-RN, São Luiz-RS, Legião-DF, Sport Boys-Peru, Villa Nova-MG e Mixto-MT), do Chiangrai United (1x2 Army United)



Escrito por Roberto Silva às 14h03
[ ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
 
Histórico


Categorias
Todas as mensagens ENTREVISTAS



Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 Perfil Roberto Silva no Facebook
 PÁGINA DO BLOG DO ROBERTO SILVA NO FACEBOOK
 Rádio Tropical 830 AM RJ
 Comunidade Blog do Roberto Silva no Orkut
 Além do Jogo
 Futebol Catarinense
 Moreirense FC